Blog

Cortina de Luz, fundamentos para a escolha do modelo ideal

Hoje vamos falar sobre a importância do dimensionamento correto de um produto de segurança muito popular nas indústrias, principalmente no segmento Metal Mecânica, a Cortina de Luz.
A Cortina de luz é um sensor óptico eletrônico que envia sinais de um receptor para um transmissor, sendo os feixes monitorados pela placa controladora, fazendo auto teste do equipamento a fim de encontrar falhas ou a interrupção dos feixes.
Para dimensionar uma cortina de luz da forma ideal temos que levar em consideração:

1 Aplicação

2 Tipo de Equipamento

3 Distância de segurança 

1 – A aplicação vai nos dizer se o ambiente é agressivo, como por exemplo uma forjaria, uma prensa de forjados não trabalha com Cortina de luz, pois a Fumaça, Lubrificantes e a incidência da peça a quente podem interromper o funcionamento da barreira.

2 – O tipo de equipamento está ligado com a aplicação,  ele que vai nos dizer qual familia de cortina de luz utilizar, muitos clientes pensam que cortinas são todas iguais, mas não são, por isso trabalhamos com 5 famílias de cortinas, cada uma com aplicação especifica para cada equipamento.

3 – A distância de segurança é outro ponto fundamental, a NR-12 e a EN-999 vão no dizer sobre o cálculo de distância, e nos ensinam como aplicar este cálculo, diante o cálculo chegamos a resolução da cortina de luz e a distância que ela vai ser instalada. O medição também é feita através de um equipamento que faz as medições e inclusive a confirmação da distância após a cortina de luz instalada.

As resoluções de cortinas de luz são de 12mm, 14mm, 20mm e 30mm, a resolução é a distância de proteção entre um feixe a outro da barreira, como exemplo na foto ao lado de uma cortina com resolução de 14mm indicada para dedo.  Quanto menor a resolução da cortina melhor ela se torna, pois pode ficar mais próxima ao ponto de risco sem riscos de acidentes, e não impactando na queda de produção da máquina.

A área de proteção deve ser observada, hoje temos cortinas de 100mm até 2400mm de altura,  é comum encontrarmos máquinas com áreas de acesso maior do que o tamanho da cortina instalada, isso não é aceitável, proporcionando uma falsa segurança ao operador e infringindo a NR-12.

Em um próximo post vamos falar sobre um modelo específico de cortina de luz, que possui uma série de configurações especiais e set-up via programador, que permite maior segurança ao operador, a Cortina MS4800.

Saiba mais sobre cortinas

Um abraço.

Comentários

  1. Pedro Paulo Pina
    2 jan 2013  12:49

    Prezado Felipe, as forjarias brasileiras em geral estão sofrendo uma pressão do Ministério do trabalho para a colocação de cortinas de luz, e isto tem impactado em muito na produtividade. Sua afirmação do não uso em Prensas de Forjaria não é aplicável face ás condições ambiente agressivo o qual concordo, mas como lidar com esta pressão do Minsitério. Qual outra opção poderíamos usar ( Bi-manual também é improdutivo, pois o operador usa tenazes no manuseio ) e que estaríamos embasados por lei?
    Agradeço sua atenção!

  2. Cledson Fernandes
    19 jan 2013  9:13

    Bom dia, pode me enviar um orçamento sobre sensores de infravermelho ( tipo cortina). Grato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

*